Existe cobrança social com os solteiros?

0
0
Existe cobrança social com os solteiros?

Psicoterapeuta ensina como reagir à cobrança de estar em um relacionamento ou casado

por Leiliane Roberta Lopes

Um adulto solteiro enfrenta cobranças sociais para encontrar uma companheira? Para a psicoterapeuta Maura Albanesi essa cobrança existe para ambos os sexos, porém com as mulheres é muito mais acentuada.

Enquanto o Dia dos Namorados se aproxima, parece que a cobrança para quem está só aumenta e fora os parentes e amigos, os solteiros também fazem suas autocobranças.

“Durante essas épocas festivas, parece que a tristeza se acentua mais, por causa da propaganda e abordagem intensa sobre esse tema nos meios de comunicação”, afirma a psicoterapeuta em entrevista à Maxpress.

A cobrança para que uma pessoa se case é algo antigo que em pleno ao século 21 não foi rejeitado pela sociedade, pelo contrário, se intensifica principalmente contra a mulher, já que para muitos o homem é solteiro “por opção” e a mulher é solteira “porque foi rejeitada”.

Lidar com a cobrança é realmente difícil, muitas pessoas caem em depressão por não conseguir encontrar alguém. Enfrentar essa situação só depende da forma como você irá se portar diante das cobranças.

“Você pode ignorar o assunto, ou mesmo, admitir para as pessoas que gostaria de ter alguém, mas não foi possível. Busque sempre a serenidade e aceite esse momento”, ensina Maura de Albanesi que é mestre em Psicologia e Religião pela PUC-SP.

A profissional também cita as escolhas individuais cada vez mais comum entre os jovens que é investir na carreira profissional. Nos últimos anos as pessoas estão se casando mais tarde e tendo filhos mais tarde.

Essa escolha de ter uma carreira estável antes de constituir família é bem comum não só no Brasil, mas em outros países, e quando esse público chega na faixa dos 30 anos decide então buscar por um relacionamento.

A psicoterapeuta dá ainda um recado para quem está triste por passar o Dia dos Namorados sozinho: “A pessoa precisa entender que essas campanhas são exageradas e feitas para estimular o consumo. Muitas vezes, são citadas nos comerciais relações muito distantes da realidade. De qualquer forma, a melhor forma de conviver com a situação é entender que se trata de um dia como qualquer outro. E a pessoa precisa continuar a tocar a sua vida, porque não é essa data que vai fazer a diferença na sua condição atual”.

Se você está sozinho e quer encontrar uma pessoa que também busca por um compromisso sério, acesse o Prime Encontros.

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br