Um tablet ajudou este paciente ‘preso no próprio corpo’ a superar sua condição

0
2

Quando Terry Newberry, um engenheiro galês de apenas 31 anos, descobriu que estava comSíndrome de Guillain-Barré (SGB), nem imaginava o que estava por vir.

A síndrome acontece quando o próprio sistema imunológico ataca as células nervosas do corpo, causando fraqueza muscular e, em alguns casos, a paralisia. Os sintomas podem durar meses, e a maioria dos pacientes consegue se recuperar totalmente, ainda que a síndrome possa levar a morte.

E o caso de Terry era grave. Tão grave que ele estava à beira de desenvolver uma segunda síndrome, ainda mais grave, a Síndrome do Enclausuramento, onde o sistema imunológico confunde os nervos com uma infecção e os ataca, causando danos gravíssimos. Uma das consequências para os pacientes é a perda do controle sobre seu próprio corpo, uma vez que não conseguem mais enviar sinais nervosos para o cérebro.

O tratamento nestes casos é demorado, e Terry passou mais de 100 dias no hospital até que pudesse receber alta. Enquanto isso, não podia se comunicar com ninguém, apesar de estar lúcido. E isso preocupava os médicos, já que poderia deixar graves sequelas psicológicas.

Foi quando a equipe médica teve a ideia de utilizar um tablet para a comunicação do paciente. Através de um dispositivo que utiliza uma grade com o alfabeto na tela e câmeras de contato visual,Terry conseguiu novamente se comunicar com o mundo. Bastava olhar para a letra ou a palavra que queria e pressionar o interruptor, ou então descansar seu olhar durante tempo suficiente, e o engenheiro poderia selecionar ou escrever palavras e frases.

_91001486_8206c23e-3054-41e2-a56e-1b962478f9ac

Aos poucos, Terry foi apresentando melhoras expressivas, além de se sentir cada vez mais aliviado por poder expressar seus pensamentos, sentimentos e vontades para os outros. Hoje, elejá recebeu alta do hospital e continua a reabilitação em casa, agora se comunicando normalmente.

Fonte: hypeness.com.br