Putin diz que pessoas por trás de relatório sobre espionagem russa a Trump são ‘piores que prostitutas’

0
2
O presidente da Rússia, Vladimir Putin (Foto: Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via Reuters)

Presidente russo disse que documento é uma fraude.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (17) que a notícia “sem fundamentos” de que a Rússia teria reunido materiais comprometedores sobre o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, é “uma fraude”. Ele disse ainda que as pessoas que divulgaram o dossiê “são piores do que prostitutas” e “não têm limites morais”.

No último dia 10, a imprensa americana divulgou um documentosupostamente secreto que afirma que a inteligência russa vem “apoiando e ajudando” o republicano Donald Trump por anos, além de ter reunido informações comprometedoras sobre o presidente eleito. Entre as informações, estariam encontros com prostitutas em um hotel de Moscou.

Em uma entrevista coletiva, Putin afirmou que, durante sua visita a Moscou, em novembro de 2013, Trump era “simplesmente um empresário, uma das pessoas mais ricas dos Estados Unidos. Alguém pensa que nossos serviços secretos vão atrás de cada multimilionário estadounidense? Claro que não, é um delírio total”.

O presidente russo, que reiterou nunca ter se encontrado com Trump, disse esperar que Moscou e Washington possam eventualmente normalizar as relações turbulentas.

Fonte: g1.globo.com