Chimbinha vai tentar liminar para poder voltar a tocar com Calypso

0
253

O guitarrista está proibido de se aproximar de Joelma por causa de medida protetiva e talvez não consiga retornar aos palcos no dia 19, como previsto.

Juliana Masellido EGO, no Rio

Chimbinha (Foto: Reprodução/Instagram)Chimbinha (Foto: Reprodução/Instagram)

O retorno de Chimbinha à Banda Calypso estava marcado para este sábado, 19. No entanto, ainda não é garantido que o guitarrista consiga voltar aos palcos por causa de medida protetiva expedida pelaJustiça, que determina que ele permaneça a mais de 100 metros de distância de Joelma, que foi à polícia denunciar o ex por estar se sentindo ameaçada por ele.

A informação, divulgada pelo advogado do guitarrista que estava cuidando do caso, foi confirmada ao EGO pela assessoria da Polícia Civil do Pará. Em comunicado, ela explica que a determinação independente do andamento da investigação, que ainda está no começo, e revela que o guitarrista ainda não foi ouvido.

“A Delegacia da Mulher pediu ao Judiciário que decretasse as medidas protetivas a pedido da própria cantora. A expedição de medidas protetivas visa garantia de direitos da pessoa e não tem relação direta com o possível indiciamento do acusado por violência doméstica.Diante disso, o guitarrista não pode se apresentar em shows ao lado da cantora. Enquanto a medida protetiva não for revogada pelo Judiciário, ele não poderá tocar ao lado da cantora. O guitarrista ainda será ouvido em depoimento, mas as informações sobre o procedimento não serão divulgadas”, diz o comunicado.

Chimbinha vai tentar liminar para poder voltar à Banda Calypso
Procurado para comentar a possibilidade de Chimbinha permanecer afastado por mais tempo que o previsto, Mauro Netto, gerenciador de crise que está respondendo pelo músico, afirmou que eles irão entrar com o pedido de uma liminar para caçar a medida até, no máximo, a manhã desta quinta, 17.

O caso passa das mãos do advogado Hermínio Farias de Melo – que continua cuidando da denúncia de estelionato feita pelo guitarrista contra Cintia da Conceição Tavares Aviz – para as do criminalista Luciel Caxeado. “Não houve dispensa do Dr. Hermínio como está sendo dito. Ele foi chamado para acompanhar o caso da denúncia que o Chimbinha fez há 20 dias e continua com isso. Simplesmente nós constituímos um outro advogado, um especialista na área criminal, a partir do momento em que ele foi acusado de ameaça. A emissão da medida protetiva em casos como esse já virou padrão, é jurisprudência. Mas vamos contestá-la. Estamos reunindo provas para entrar com a liminar. Aí vai depender da Justiça. Se nosso pedido for acatado até sexta, ele volta. Se não, vai obedecer”, declara Mauro.

Segundo o gestor, aliás, Chimbinha está morrendo de saudade dos palcos e tem recebido muitas mensagens dos fãs. “Ele está com muita saudade! Tem reclamado muito de estar afastado. Ele é uma pessoa muito simples, humilde… Toca desde os 12 anos de idade profissionalmente. É horrível não poder tocar com a banda que ele criou. Está apreensivo e ansioso para voltar a se apresentar. E os fãs estão cobrando isso”, fala Mauro.

Joelma da Banda Calypso (Foto: EGO)Joelma na delegacia, quando fez denúncia
contra Chimbinha (Foto: EGO)

Chimbinha ainda acredita que Joelma possa voltar atrás
Questionado se Chimbinha consideraria um acordo para se afastar definitivamente da Banda Calypso, Mauro revelou que o guitarrista ainda acredita que a ex-mulher vá voltar atrás e que os dois possam manter a parceria profissional.

“A Joelma fala, no inquérito policial, que o grupo é só dela, mas vamos provar que é 50% de cada um. No momento, o que queremos é fazê-la entender que a Banda Calypso é uma coisa e o relacionamento delas, a vida pessoal, é outra. Ela está misturando as coisas! Quer atingi-lo através da banda. Mas a ficha vai cair rápido, quando a questão financeira vier à tona: menos shows, fim dos patrocínios. Uma das maiores preocupações do Chimbinha é com a marca, mas a Joelma não está levando isso em consideração. É uma pena!”, lamenta.

Mauro ainda conta que fez um levantamento qualitativo do que vem sendo falado na mídia e a resposta do público a isso nos comentários. De acordo com ele, os resultados mostram que a imagem de Chimbinha está sendo preservada: “A maioria é a favor dele ou pedem para que a Joelma pare com essa situação. Que se preserve e resguarde a banda e a família. Nas ruas também falam a mesma coisa para ele. Quem está denegrindo a imagem, como artista e como pessoa, é a Joelma”.