Linha 7- Rubi da CPTM continua interditada após falha em rede aérea

0
20
Usuários caminham próximos aos trilhos após falha na Linha 7 da CPTM nesta terça (5) (Foto: Reprodução: TV Globo)

Trens não circulavam entre as estações Francisco Morato e Pirituba.
Falha teve início na tarde desta terça (5) e Paese foi acionado.

O trecho entre as estações Francisco Morato e Pirituba da linha 7- Rubi da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) estava totalmente interditado na manhã desta quarta-feira (6). A paralisação ocorreu devido uma falha na rede aérea que fornece energia elétrica aos trens. Por volta das 6h30, a circulação de trens começou a ser normalizada.

O problema começou às 17h30 desta terça (5) quando foi interrompida a circulação das composições entre as estações Pirituba e Caieiras. Segundo a CPTM, por volta das 19h15 os trens voltaram a circular por uma das vias, com velocidade reduzida e maior tempo de parada. A equipe de manutenção seguia trabalhando em outra via, porém não conseguiram restabelecer o sistema durante a madrugada.

A operação Paese da EMTU foi acionada novamente na manhã desta quarta. No entanto, segundo passageiros, o Paese funcionava somente em direção a cidade de São Paulo, na estação Pirituba. Quem desejava seguir para Francisco Morato não conseguia prosseguir.

Na estação Caieiras, alguns ônibus saíram cheios de passageiros. Os trens na Linha Rubi circulavam apenas entre as estações Pirituba e Brás. Normalmente essa linha vai até a estação da Luz.

Por volta das 6h30, alguns trens começaram a circular em ambos os sentidos da linha da CPTM. A plataforma da estação Francisco Morato ficou lotada de passageiros.

Confusão
Nesta terça, para atender os usuários no trecho interrompido, 57 ônibus do Paese foram acionados, cobrindo o trajeto entre as estações. Ainda assim, algumas pessoas preferiram seguir a pé, pelos trilhos. Às 19h, os trens circulavam em velocidade reduzida entre as estações Brás e Pirituba. No mesmo horário, funcionários trabalhavam nos reparos na rede.

Um grupo tentou fazer uma manifestação perto da estação da CPTM e, segundo a Polícia Militar, algumas pessoas ameaçaram depredar ônibus em um terminal. Os policiais usaram bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes.

A CPTM diz que não houve registros de feridos nem vandalismo nas estações. Fohttp://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/01/linha-7-rubi-da-cptm-continua-interditada-apos-falha-em-rede-aerea.htmlnte: