Palmeiras vence na despedida de Zé Roberto e complica o Bota

0
7
Palmeiras x Botafogo Foto: Jales Valquer / Fotoarena / LANCE!

Capitão palmeirense, o camisa 11 fez sua última partida no estádio em que conquistou dois títulos nacionais

Zé Roberto despediu-se do Allianz da mesma forma que começou. Novamente capitão e lateral-esquerdo titular, o camisa 11 ajudou o Palmeiras a vencer o Botafogo por 2 a 0, mantendo a equipe carioca fora da zona de classificados à Libertadores, restando uma rodada para o fim do Brasileirão.

Apesar de ser o confronto entre duas equipes que brigam na parte de cima da tabela, o evento era a aposentadoria do palmeirense de 43 anos. Com a arena ainda vazia, antes de a partida começar, Zé ganhou uma placa, camisa comemorativa e a saudação da torcida – ele foi um dos poucos a ter o nome gritado no anúncio da escalação.

O lateral de 43 anos teve um primeiro tempo com poucos erros e ouviu pedidos do público para que cobrasse duas faltas perigosas. Mas Dudu e Moisés foram os encarregados – os dois tiros levaram perigo à meta de Gatito.

Enquanto os donos da casa jogavam com muita velocidade pelos lados do campo, os visitantes criaram problemas em erros de passes do Palmeiras. Embora o Verdão criasse mais, Pimpão e Guilherme tiveram a oportunidade para fazer 1 a 0 ao Botafogo no primeiro tempo.

Após o intervalo, o Palmeiras passou a dominar as ações. Faltava uma chance clara, que apareceu aos nove minutos, com Dudu livre para completar o cruzamento de Keno e fazer 1 a 0. Na comemoração, o grupo todo foi abraçar Zé, que depois seria jogado para o alto, quando Keno, em um golaço, fez 2 a 0 para o time paulista.

O Botafogo, em uma atuação pouco inspirada, passou a trazer mais perigo quando já estava dois gols atrás no placar. Mas os chutes na meta de Jailson foram, na maioria mascados, facilitando o goleiro alviverde a manter sua invencibilidade na Série A, agora de 24 partidas.

Agora são três derrotas e um empate para o time de Jair Ventura nas últimas quatro rodadas do Brasileiro. O time está em oitavo lugar, a um ponto de Flamengo e Vasco, os últimos classificados para a Libertadores. O último jogo do Glorioso será contra o Cruzeiro, no Nílton Santos.

Zé Roberto, o atleta mais velho a disputar uma partida pelo Palmeiras, a fazer um gol pelo clube e vencedor de dois títulos nacionais, deixa o Palestra Itália como começou: com uma vitória – a primeira do time no estádio foi com ele.

Com uma boa atuação, o camisa 11 não se despede com uma taça, mas deixa o Verdão na vice-liderança a um jogo do fim do campeonato – o time visita, domingo, o Atlético-PR, talvez já sem Zé, dono de uma carreira gigantesca. Exaltado por quase 23 mil palmeirenses, ele deu adeus com uma volta olímpica e aplaudido. “Au, au, au, Zé Roberto é animal!”.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/horário: 27/11/2017 – 20h
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Cartões amarelos: Felipe Melo e Moisés (PAL); Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, João Paulo e Rodrigo Pimpão (BOT)
Cartões vermelhos: 
Público e renda: 23.562 pagantes/Renda: R$1.230.114,47

Gols: Dudu, 9’/2°T (1-0) e Keno, 17’/1°T (2-0)

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos, 29’/2ºT), Tchê Tchê e Moisés (Willian, 27’/2ºT); Keno, Dudu (Hyoran, 39’/2ºT) e Borja – Técnico: Alberto Valeintim.

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso (Ezequiel, 39’/2ºT), Bruno Silva, João Paulo (Marcos Vinícius, 23’/2ºT) e Valencia; Rodrigo Pimpão e Guilherme (Vinícius Tanque, 23’/2ºT) – Técnico: Jair Ventura.

 Fonte: https://www.terra.com.br/esportes/lance/palmeiras-vence-na-despedida-de-ze-roberto-e-dificulta-bota-na-liberta,e43df6a18d70e94a5f6dac28ab432d9a6ubb87ds.html